Clientes

Real Moto Peças

Automação de força de vendas melhora satisfação dos clientes Real Moto Peças:

Reduzir tempo entre o pedido e a expedição das peças ao cliente. Esse foi um dos gaps que a Real Moto Peças (RMP), empresa fundada em Uberlândia no ano de 1962 e que atua no setor de distribuição de autopeças, solucionou com a automação de sua força de vendas. Com a matriz instalada em Uberlândia, a RMP possui sete unidades: uma filial em Uberlândia, duas em Brasília e outras nas cidades de Campinas, Recife, Porto Alegre e trabalha a nova filial no Paraná. 

Representando os principais fabricantes de autopeças do País a empresa detém uma logística afinada na distribuição. Com investimentos em sistemas de informatização, no potencial humano e em novas filiais, a Real Moto Peças trabalha para acompanhar as tendências do segmento de distribuição de autopeças no País, que caminha rumo a automação de processos. 

Uma tendência que, na avaliação do gerente de Vendas da Real Moto Peças, está na busca por agilidade e qualidade no atendimento ao cliente. Trata-se de agilidade no processo como um todo, do ato da venda ao processamento do pedido até a expedição das peças. E foi com a automação da força de vendas que a empresa conseguiu mais velocidade, principalmente no atendimento em campo, através dos representantes comerciais. “Estarmos frente ao cliente com dados atualizados, além de rapidez e segurança na transmissão de informações, sem margens de erro ou retrabalho. E essa será uma exigência cada vez maior no segmento”. Atualmente,  utilizam Handheld Jornada com sistema desenvolvido pela Landix para se comunicarem e processarem pedidos, praticamente em real time. 

Considerando que o cliente valoriza o relacionamento e o atendimento pessoal em sua loja, identificamos que a automação do trabalho do representante era a melhor alternativa. Decisão tomada, era preciso então encontrar o parceiro ideal para o desenvolvimento da solução. Após avaliações e indicações no mercado, a Real Moto Peças contratou a Landix Sistemas para desenvolver o projeto de automação de força de vendas. “A Landix, desde o começo, demonstrou ser bastante capaz para desenvolver e formatar o projeto de acordo com nossas necessidades e de forma bastante criativa”, ressalta Coelho.

O projeto Real Moto Peças foi implementado em tempo recorde. Foram apenas três meses e os representantes já realizavam os primeiros pedidos via Jornada. “Nossa necessidade era por uma solução completa e que ao mesmo tempo fosse simples, pois nosso representante não é nenhum expert em informática. Alguns não tinham nem intimidade com a tecnologia. Hoje, quando algum problema de operação acontece, é como se estivéssemos retrocedendo, voltando anos atrás com a operação. 

Entre os mais de 11 mil itens automotivos que a Real Moto Peças comercializa no mercado, estão peças para suspensão, freios, peças para injeção eletrônica, rolamentos, direção, filtros, cabos flexíveis, diferenciais, embreagens, discos, motor, palheta de limpador de pára-brisa, peças elétricas, Maxion, para motores HS e radiadores. A escolha pela Landix, explica Denise Rezende Penna, gerente de Informática da Real Moto Peças, foi mesmo em virtude de indicações e comprovações de comprometimento com projetos desenvolvidos. “Buscávamos um fornecedor local e já conhecíamos o potencial  da Landix em comunicação de dados e então definimos  após constatarmos a pontualidade e o baixo índice de falhas dos sistemas desenvolvidos e implementados pela empresa”, finaliza. 

A solução que a Landix implementou na Real Moto Peças é um sistema de interface com o Jornada, totalmente compatível com o sistema Oracle. Isso inclui ícones e telas similares ao sistema que eles utilizam na empresa. Além do desenvolvimento, a Landix indicou a melhor solução de hardware para o cliente, e, foi responsável também, pelo desenvolvimento da interface de recepção e transmissão de aquivos para o Jornada.

“A Landix participou desde a fase de planejamento do sistema até os primeiros treinamentos realizados na empresa. Nos atendeu prontamente durante a fase de implantação realizando os ajustes necessários para o sucesso do projeto. Hoje realiza todas as manutenções solicitadas por nós para atender cada vez melhor nosso representante de vendas. O projeto é um sucesso e nossos representantes não conseguem mais trabalhar sem utilizar o sistema”, comenta  Kelsen Rodrigues Silveira, Analista de Sistemas da Real Moto Peças.

http://www.realmotopecas.com.br/v1/