Trade Marketing: como distribuidores e indústria podem se beneficiar mutuamente - Landix

BLOG

Trade Marketing: como distribuidores e indústria podem se beneficiar mutuamente

Com a constante mudança no comportamento de compra do consumidor e o aumento da necessidade de auxiliar os varejistas parceiros a venderem seus produtos, o relacionamento entre indústria e seus distribuidores tem sofrido grandes alterações com o passar do tempo.

Dentro desse cenário, a necessidade de que indústria e distribuidores se unam para que possam se beneficiar mutuamente tem crescido de maneira expressiva, trazendo à tona com mais força uma estratégia que, apesar de antiga, é extremamente efetiva nos dias atuais: o Trade Marketing.

Por ser tão benéfico, o Trade Marketing tem sido utilizado pela maioria dos grandes fabricantes espalhados pelo mundo, porém nem todos sabem, de fato, como desenvolver estratégias eficazes com a ajuda dele para resolver os problemas que os atingem. Então, o questionamento que se faz presente é: como utilizar o Trade Marketing de maneira eficiente para que determinada indústria e seus distribuidores saiam ganhando?

É justamente sobre isso que falaremos neste texto. Boa leitura!

Para começo de conversa, o que é Trade Marketing?

O Trade Marketing pode ser definido como uma estratégia que busca desenvolver relações que gerem lucros entre indústrias, distribuidores e seus canais de venda, ou seja, é um meio destinado à promoção, gestão de marcas e comportamento do consumidor.

Em resumo, o Trade Marketing acaba considerando três lados: dos consumidores, ao levar em conta suas preferências, e da indústria e dos canais de venda, ao fazer com que essas preferências sirvam de norte para as ações que serão efetuadas. Por fim, a ideia é estudar e entender o comportamento dos consumidores para elaborar os produtos e serviços certos, aumentando os lucros ao sanar as necessidades encontradas.

Então, pode-se entender que, no Trade Marketing, as indústrias atuam em parceria com os distribuidores para ajudá-los a vender mais os seus produtos e serviços.

Os benefícios do Trade Marketing

Assim como foi mencionado, a estratégia Trade Marketing tem o objetivo principal de maximizar as vendas. Entretanto, existem diversos benefícios que também podem ser citados. Abaixo, separamos alguns deles. Confira:

  • Fortalece a relação entre a indústria e seus distribuidores: o Trade Marketing aumenta o vínculo entre a indústria e seus distribuidores, fortalecendo o compartilhamento de informações relevantes e estratégicas que contribuem para gerar rentabilidade para ambos.
  • Melhora a imagem da marca no ponto de venda, aproximando o consumidor: a partir da boa relação entre a indústria e seus distribuidores, a marca em questão fica mais acessível aos consumidores, garantindo a ela maior visibilidade e, consequentemente, vendas.
  • Evita que os produtos fiquem em apenas um distribuidor: o Trade Marketing, por meio de um bom planejamento, faz com que a mercadoria seja distribuída entre diferentes revendedores, evitando que haja concentração de uma mesma mercadoria em um só PDV (ponto de venda).
  • Permite saber o que os consumidores estão pensando: a estratégia também possibilita identificar e compreender os consumidores por meio de pesquisas. As informações coletadas servem de base para que a indústria e seus distribuidores planejem estratégias de negócios vantajosas.

O que levar em consideração antes e durante a implantação do Trade Marketing?

Para possibilitar que a estratégia de Trade Marketing atinja os objetivos definidos pela indústria e seus distribuidores, abaixo estão alguns pontos essenciais que devem ser levados em consideração por ambos para que se beneficiem mutuamente. Confira:

A indústria deve analisar as necessidades dos distribuidores

É preciso conhecer quem compra o produto ou serviço oferecido, e é justamente o distribuidor que tem esse contato direto com o cliente final. Por isso, é necessário que a indústria ajude o distribuidor a estudar o perfil dos consumidores, pois muitas vezes ele não tem a mesma expertise que a fabricante do produto tem.

É preciso dar suporte ao ponto de venda

Para estreitar o relacionamento, a indústria deve demonstrar que se preocupa com cada um dos distribuidores, estando sempre presente para analisar a situação das vendas e à disposição para ajudá-los quando surgir alguma dificuldade. Oferecer materiais de divulgação, treinamentos e brindes pode ser um grande diferencial.

Os distribuidores precisam entender sobre o produto

Cada distribuidor deve atuar como um promotor da marca que está oferecendo, auxiliando o cliente em todas as etapas da venda. Quanto mais ele conhecer sobre o produto que está vendendo, mais convencerá o cliente de que levá-lo é uma boa escolha. Se as vendas aumentarem, os dois lados saem ganhando.

A estratégia adotada deve ser planejada com cuidado

Assim como foi mencionado, muitas empresas usam o Trade Marketing, mas acabam não tendo resultados positivos por falharem na hora de fazer um planejamento estratégico eficiente. Para ter sucesso ao adotar a estratégia, é preciso que indústria e distribuidores desenvolvam todo o trabalho em parceria.

Por fim, vale lembrar novamente que, para uma estratégia de Trade Marketing dar certo, é necessário que a indústria e seus distribuidores entrem em sintonia para que consigam maximizar suas vendas. Caso contrário, o Trade Marketing será somente mais uma estratégia entre milhares, mas que tinha tudo para ter dado certo.

Curtiu este texto? Deixe seu comentário a respeito do tema!