BLOG

Saas: compreenda a importância para além da sigla

Para entender melhor o que é um modelo SaaS , é preciso compreender o salto tecnológico no mercado em geral e a grande procura por melhorias dentro da logística e execução de suas atividades no cotidiano. Para otimizar esses processos, a digitalização e automação proporcionam ganhos em escala nos modelos de negócios e se tornaram alternativas para quem opta por modernizar seu empreendimento.

Do mesmo modo, a vinda das melhorias dentro do mercado por intermédio da tecnologia, trouxe possibilidades de utilizar soluções com menor custo e sem a necessidade de compra de licenças complexas. E a entrega do modelo Saas é exatamente essa.

O que é um Software como Serviço?

Em primeiro lugar, um modelo SaaS (Software as a Service), ou software como serviço, é caracterizado como um tipo de serviço prestado virtual e eletronicamente, podendo ser ou não acessado via internet.

Em outras palavras, a conexão à internet, navegador, servidores, bancos de dados e códigos ficam armazenados na nuvem, permitindo seu acesso a qualquer momento, sem a necessidade de uma máquina ou programa especificamente.

Nesse modelo, o cliente opta por uma solução, contudo não há a necessidade da compra de uma licença de produto, mas sim, o pagamento recorrente em troca dos serviços disponíveis.

Ou seja, a empresa responsável pelo desenvolvimento disponibiliza o serviço diante de pagamentos de formas flexíveis, por exemplo, mensal e semestral. Normalmente, as funcionalidades são escolhidas em formatos de pacotes com diferentes preços e funções, pois nem sempre é preciso adquirir todas as funcionalidades do sistema, o que define mais uma de suas características que é a personalização.

Quais são as diferenças entre empresas SaaS e softwares convencionais?

Os softwares de modelos convencionais são aqueles que a empresa contrata licenças e suas funcionalidades e mesmo assim tem a responsabilidade de processamento e aplicabilidade em todas as etapas. Por exemplo, configuração, customização e atualização de software. O modelo SaaS se diferencia da seguinte forma:

  • Diferentemente dos modelos tradicionais, a implantação de um SaaS não necessita de um hardware (para entender a diferença entre hardware e software, veja a imagem abaixo). Ou seja, as atribuições da equipe de TI são de responsabilidade do fornecedor dessa tecnologia.
Gráfico: Entenda a diferença entre Hardware e Software
  • O pagamento deste tipo de serviço ocorre por assinatura recorrente com preços variados, de acordo com as funcionalidades e usuários disponíveis em cada plano. Por outro lado, os convencionais são adquiridos on-premise, que são licenças pagas antecipadamente.
  • Não há  gastos com atualizações e suporte em software como serviço, tais responsabilidades estão inclusas  nas assinaturas quando efetuado o pagamento mensal, anual ou qual seja o plano escolhido. Enquanto nos tradicionais, geralmente há uma demanda de investimentos adicionais.

Os variados formatos do modelo Saas atende a todos os portes de empresas, desde os grandes e pequenos empreendedores. Este software baseado em nuvem tem espaço para todos aqueles que acreditam e apostam na inovação como o futuro.

6 vantagens em adotar o modelo SaaS para sua empresa

Agora que você já sabe o que é, e quais as diferenças de um software de serviços para os de modelos convencionais, chegou a hora de ver quais as vantagens de quem opta por esta tecnologia, a fim de  escalar e automatizar a operação da sua empresa:

1. Redução de custos é um dos pontos mais fortes desta tecnologia, como dito anteriormente,  para utilizar dos benefícios do SaaS não é necessário ter uma licença e nem demanda mão de obra da empresa para execução desse modelo. O custo para rodar um software como este reduz e possibilita o investimento em novas tecnologias e inovação na empresa.

2. Saas é um Software alojado em nuvem, como dito anteriormente, o que significa que o sistema neste modelo possibilita que  a empresa  reduza sua infraestrutura ao máximo e proporcione praticidade e melhor usabilidade da equipe de TI.  Além disso, não há gastos financeiros com upgrades de hardware e custo de um computador físico para manter o sistema funcionando.

3. Um dos problemas enfrentados na hora de automatizar um processo interno, são os bloqueios quando é necessário realizar integração com outras soluções internas. Com o sistema em nuvem, tais interações são mais simples e rápidas de acontecer.

4. A informação situada em cloud computing permite que a integridade dos dados seja garantida, devido aos backups que são realizados diversas vezes, redistribuídos e criptografados na rede. A responsabilidade para a estabilidade do serviço e segurança dos dados é de total responsabilidade do provedor e sua equipe ultra capacitada para manter tais informações protegidas e atualizadas a todo tempo.

5. Acesso fácil a qualquer hora e lugar! A mobilidade que o modelo de software em serviço oferece acontece graças ao seu sistema que está hospedado na nuvem e depende apenas de uma conexão a internet, desta forma permite que seus usuários tenham acesso de forma ágil e prática.

6. Atualizações automáticas e sem custos adicionais. Diferentemente dos convencionais, o software de serviços possui atualizações automáticas e sem custos a mais para obtê-las. Desta forma, todas as melhorias e upgrades que sejam lançadas farão parte do pacote adquirido, por meio do pagamento recorrente.

Conclusão

Atualmente, ouvimos muito sobre automatização de processos, crescimento em escala e assuntos ligados ao desempenho dos processos empresariais, independente do mercado de atuação. As preocupações do empresário e gestores têm sido focadas em como aumentar o desempenho e reduzir os custos.

Tecnologias como cloud computing e SaaS estão cada vez mais fortes em nosso cotidiano, desde na TV de casa até supermercados e indústria. Graças aos avanços tecnológicos e o reconhecimento de ferramentas que facilitam tal transformação tem sido possível.

Depois de entender melhor como funciona o modelo SaaS, seus aliados na inovação e as vantagens de se reinventar, que tal começar a implantar em seu negócio e ter um desempenho otimizado? É hora de inovar!

Em estudo realizado pela Gartner, a projeção é de que até o ano de 2022, o segmento SaaS movimente aproximadamente USD 143 bilhões. Além disso, de acordo com o mesmo estudo, em 2020 o Brasil  já contava com cerca de 41% das Startups  no mercado com a  tecnologia de modelo SaaS.

Gostou deste artigo? Você pode ficar por dentro de mais dicas para seu negócio e as novas tendências de mercado aqui mesmo. Aproveite e cadastre-se na nossa newsletter para mais conteúdos!

 


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

Assine nossa newsletter

Todos os direitos reservados. Landix © Copyright 2019 | Rua Lapa do Lobo, 350 – Granja Marileusa, Uberlândia – MG, 38406-644 – Brasil | Telefone: (34) 3230-7200